sexta-feira, 29 de abril de 2011

Põe quanto és no mínimo que fazes - Fernando Pessoa


Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.

Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive


Ricardo Reis, in "Odes"
Heterónimo de Fernando Pessoa

2 comentários:

ana pina disse...

Ena, o cabelo está mesmo a ficar enorme!
Gosto muito do poema :)
Beijoca grande

Martinha disse...

hehhe pois é :))
saudade tua gatinha, passa pela escola para dar beijinhos...muuuaahh