segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Mahá Obrigada.....


Eu não sou de muitas palavras aqui no blogue, por isso aproveito esta mensagem da Sandra Semblano, que recebi da minha amiga, companheira de viagem e de brincadeiras...está linda. Obrigada Sandrinha por tudo e por nada... e obrigada a todos que partilharam estas emoções....aos que estão longe e perto, porque estão todos no meu coração!


Malas já desfeitas, recuperada do jet lag e assimilada a viagem quero agora deixar aqui a minha mensagem paulista.

Muitas histórias já foram contadas, centenas de fotografias partilhadas, mil mensagens foram trocadas, mesmo aqui no blog o querido Filipe já postou um artigo sobre a viagem, ainda assim e sem querer maçar, findo isto com uma necessidade imperativa de mostrar o que trouxe na minha bagagem... a minha vivência paulista!

Onze instrutores partiram de Portugal rumo ao festival, isso foi muito bom. Como éramos em número expressivo para formar um grupinho, conseguimos romper com a prenoção do português sério e sisudo e encantar nossa família brasileira. Amei ouvir por lá: "Esses portugueses são tão divertidos!" (leia-se com sotaque brasileiro). Foi muito engraçado, brincarmos com os costumes e trejeitos das nossas culturas.

Durante o festival aproximei-me do Mestre DeRose para dizer o quanto estava a adorar São Paulo. O Mestre perguntou-me: "Mas já conhece São Paulo?". Achei estranha a pergunta, pois numa semana de estadia nessa cidade, já tinha dado tempo para travar contacto com pessoas e lugares.

Depois percebi o que é conhecer essa cidade...

Tive o privilégio de privar com pessoas hiper-motivadas, inspiradas, felizes, figuras carismáticas do Método DeRose, conhecidas pelos seus talentos. Dessas pessoas, eu sempre pensei que lá teriam a sorte de ter nascido com alguma aptidão genética extra. Depois descobri que não. São pessoas que trabalham muito, num entusiasmo que contagia qualquer um, e que faz acontecer qualquer coisa. O maior talento é acreditarem que o que ainda não foi feito, não é impossível.

Falo agora, especificamente das escolas Anália Franco e Paes de Barros, com quem convivi mais de perto. Eu senti um grupo coeso que vibra numa energia de superação, que puxa e catapulta cada membro a evoluir. Como todo o mundo se apoia no grupo, ele é uma força energética que nunca pára e nunca se apaga. São pessoas que não somente fazem a filosofia, são pessoas que SENTEM a filosofia. Que estas modestas palavras sirvam para expressar o meu agradecimento profundo, por toda a amizade, dedicação, disponibilidade, ajuda e companheirismo que demonstraram ao receber os "tugas", nome com que carinhosamente nos apelidaram. A maior das dádivas foi o vosso exemplo. Sendo difícil dirigir um sincero obrigada a cada um (afortunadamente, vocês são muitos) aceitem o meu: MAHÁ OBRIGADA!!
E em resposta à pergunta colocada pelo Mestre: "Sim Mestre, conheci São Paulo!"
Como costuma ensinar, "viagens servem para rasgar antolhos". Foi exactamente isso que senti no final desta experiência, a visão mais ampla, o desmoronar de certos paradigmas.

Estamos agora aqui no Porto, contagiados pelo vosso entusiasmo, "realizando" como dizem os nossos irmãos brasileiros. Trazemos connosco Brasil e ficamos contentes de ter deixado convosco um gostinho português. Esperamos poder retribuir tudo isso, os "tuguinhas" cá vos esperam de braços abertos na Europa, sintam-se convidados!

Sandra Semblano

4 comentários:

§ Simply Sandra disse...

Obrigada minha querida por ajudares a difundir esta mensagem.

Este é um sentimento que todos nós partilhamos.

Temos mensagem, vídeo e fotos... Ahhhh, já mereciamos um CD São Paulo 2009!!

:D

pimentinha37 disse...

Faço minhas as vossas palavras, e põe máha nisso! Foi bom demais, momentos inesquecíveis... "como é bom estar connosco!..."

Manuel disse...

Fotos lindisimas e um belo trabalho ,agora é so recordar BEIJINHOS

O Blog da Zélia disse...

Essa é uma grande ideia!! Um CD São Paulo 2009.
Parabéns pelo teu texto Sandrinha.
Beijinhops a todos e quero dar-vos um grande abraço agora em terras algarvias :)