domingo, 5 de abril de 2009

Serenata de amor!





2 comentários:

Anónimo disse...

l.i.n.d.o!
É assim um pouco como duas metades de um mesmo sonho. Duas bocas de um mesmo beijo.
António Mateus

nandokas disse...

Olá,
Está bonito este post. Parabéns!
E de alguém que é serena no viver e nata no sentir, pode-se dizer gosta de uma sere[na]ta... de amor, claro!
Beijinhos para ti.